Blog do Ubiraney

Conteúdo de qualidade em Turismo, Cultura e Geografia!

Na verdade, organizar o ambiente administrativo das políticas públicas, com o objetivo de pensar em ações de desenvolvimento dos setores de cultura e turismo não é a parte mais difícil. Agora, organizar as políticas públicas no viés da inovação e da tecnologia é que são elas!

Tomando a decisão

Naturalmente que a “vontade política” é um atributo essencial neste processo e setores públicos específicos, bem estruturados, instrumentalizados e com um bom corpo técnico, principalmente nas prefeituras, passa a ser fundamental. 

Quem dera fosse uma realidade fácil de se encontrar por ai né?!

Experiências e vivências de sucesso

Ainda assim, existem experiências muito interessantes que vem se destacando com êxito em cidades de todo porte Brasil afora.  Também há alguns estados que souberam potencializar seus atributos e atrativos advindos das manifestações culturais, bem como da boa organização para uma oferta turística eficiente.

Destaco aqui, os casos dos municípios de Itabirito e Catas Altas em Minas Gerais, que lançam mão da sua riqueza gastronômica e dos seus atrativos naturais e histórico culturais, para oferecerem ao mercado, com a base legal das políticas públicas, eventos simples. Estes eventos promovem um significativo aumento de fluxo. Por consequência um aumento natural no aquecimento econômico destes locais.

Da mesma forma e em outra esfera, Mato Grosso do Sul insistentemente promove seu desenvolvimento turístico com base em suas riquezas naturais, lançando mão de ferramentas muito baratas chamadas de natureza, clima, vegetação, fauna e flora, todas presentes no setor de turismo.

Isto junto, na forma de produtos turísticos organizados, encantam o mundo inteiro.

Virando o jogo

Aí é que podemos começar a falar de criatividade, de inovação e por consequência de tecnologia usados em favor do desenvolvimento.

Somados a estas forças, precisamos praticar ações para o desenvolvimento dos lugares, dos territórios pensando em cultura e turismo com criatividade e inclusão social, mas não pode ser só discurso, isto precisa ser praticado de forma efetiva e muito ampla.

O povo, as populações, o chamado “cidadão comum” precisam e adoram ser envolvidos nestes processos de construção e desenvolvimento.

Mesmo na fase administrativa é interessante envolvê-los, já que na parte prática, a responsabilidade pelos resultados emana praticamente das comunidades que se entregam a estes diversos ofícios, que somados constituirão os melhores produtos para serem ofertados.

E o título?

Mas calma lá, o título deste post não é “Inovação e Tecnologia no Serviço Público, Isso Funciona?

É sim, o que acontece é que não se explica a eficiência e os efeitos das iniciativas inovadoras e da aplicação das tecnologias, se não entendermos onde estão as práticas e iniciativas criativas construídas por aí.

Você por exemplo, conhece algum caso de sucesso onde a tecnologia ou os processos criativos tenham sido motivadores de bons resultados para aumento de fluxo turístico? 

Se sim, conta pra gente! É só comentar!

Please follow and like us:

1 thought on “Inovação e Tecnologia no Serviço Público, Isso Funciona?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *